Viva la vida!

Viva la vida!

segunda-feira, 27 de abril de 2009


*

Não tente entender o que nem eu consigo saber
Defino-me assim indefinida.
Meio mulher, um tanto criança, um pouco velha
Cheia de esperança.
Não estou pronta, vivo inacabada
Não sou inteira, sou partes encaixadas.
Não me sacio, insatisfeita eu vivo
Me escrevo e reescrevo, não quero o meu final,
Estou na metade do capítulo.
Não sou um poema somente, sou um livro.
Sou paixão personificada, amor em minha essência
Sou saudade do que não tenho
Lembrança do que já tive
Ausência.
Não sou santa, eu não nego
Um tanto louca, me confesso.
Tenho medo e sou valente
As vezes caio, outras só escorrego
Não me tente, eu me entrego.
Sou parte do mar, muito do céu, meus pés vivem no chão
Mas o meu coração vive ao léu.
Sou Toda Amor e Toda Emoção.....Sempre....

*

Não me pergunte quem sou. Sou o que você não vê.
bjos da amiga
Claudia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tão eu...

Beijos da amiga Claudia