Viva la vida!

Viva la vida!

sábado, 28 de janeiro de 2012

Poema- (Roldão Aires)


ÚNICA


Cheiras a rosas.
Teu perfume se espalha,
tua figura formosa
pelo espaço passeia,
sem notar, que a todos
encantas.
Figura de mulher,
que a visão recolhe,
e dentro do pensamento
guarda, como uma jóia rara.
Preciosidade única,
que de pensar, meu coração
quase para.


(Roldão Aires)


Beijos da amiga
Claudia

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Poema- Mário Quintana





Mulher Claudia --♥ ♥ ♥ ♥-- - 1 minuto atrás - Pública

Para:




AMOR É SÍNTESE

Por favor, não me analise
Não fique procurando cada ponto fraco meu.
Se ninguém resiste a uma análise profunda,
Quanto mais eu...

Ciumento, exigente, inseguro, carente
Todo cheio de marcas que a vida deixou
Vejo em cada grito de exigência
Um pedido de carência, um pedido de amor.
 

Amor é síntese
É
ma integração de dados
Não há que tirar nem pôr
Não me corte em fatias
Ninguém consegue abraçar um pedaço
Me envolva todo em seus braços
E eu serei o perfeito amor.
(Mário Quintana)

Beijos da amiga 
Claudia

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

ATITUDE

Quebrei em cacos o passado,
botei no lixo embrulhado.
Não deixei rastros ou recados...
Estava tudo acabado!
Joguei as mágoas no fosso,
depois reaví meu esboço.
E sem nenhum alvoroço,
enxuguei as lágrimas do rosto!
Fiz minhas malas pesadas,
sem muitas roupas passadas.
Abrí a porta fechada
e encarei nova estrada!
Sentí-me então, descomposta,
mas já sabia a resposta.
E sem uma nova aposta
dei pro passado as costas!
Na cara brotou o riso,
histérico e sem aviso!
Celebrei sem moralismos
o que chamei de exorcismo!
E muito dona de mim,
botei baton de carmim...
Feliz por ter posto fim
numa história infeliz!
(Mell Glitter)


Beijos da amiga
Claudia

Reflexão-sabedoria

Perto de Tóquio vivia um grande samurai, já idoso, que se dedicava a ensinar aos jovens.
Apesar de sua idade, corria a lenda de que ainda era capaz de derrotar qualquer adversário.
Certa tarde, um guerreiro conhecido por sua total falta de escrúpulos apareceu por ali, Queria derrotar o samurai e aumentar sua fama.
O velho aceitou o desafio e o jovem começou a insultá-lo.
Chutou algumas pedras em sua direção, gritou insultos, ofendeu seus ancestrais.
Durante horas fez tudo para provocá-lo, mas o velho permaneceu impassível.
No final da tarde, sentindo-se já exausto e humilhado, o impetuoso guerreiro retirou-se.
Desapontados, os alunos perguntaram ao mestre como ele pudera suportar tanta indignidade.
Se alguém chega até você com um presente, e você não o aceita, a quem pertence o presente?
- A quem tentou entregá-lo, respondeu um dos discípulos.
- O mesmo vale para a inveja, a raiva e os insultos. Quando não são aceitos, continuam pertencendo a quem os carregava consigo.
A sua paz interior depende exclusivamente de você.
As pessoas não podem lhe tirar a calma.
Só se você permitir...
Autor desconhecido


(Junior)


Beijos da amiga
Claudia



Eu quero...

Eu quero um amor
que ande comigo de mãos dadas
que me declame poemas,
que me sussurre poesias,
que realize minhas fantasias.

Eu quero um amor
que dançe comigo na chuva
que me beije com loucura.
Que dormindo me afague,
que me ame todos os dias.

- Eu quero um amor assim!

Autor: Anjo Negro

Beijos da amiga
Claudia





Eis um corpo de mulherPensamentos inocentes
.Corpo que é descontrolado por desejos e paixões.
Corpo que entra em chamas.Mistérios que o coração guarda...
Paixões secretasDesejos jamais imaginados.Os olhos enfeitiçam
E gestos que seduzem...Uma sedução inspiradaEm contos de fadas
Onde as estrelas ensinamOs passos certos.E a lua aprova o ensinamento.
Sedução que não falha.Estrelas que não erram.A mulher tem como arma de encanto
A sua sedução.Sedução que acerta o alvo.O alvo que é a conquista de corações.
Ela nasce com esse talento inatoQue é ensinado pelas estrelas.
Mulher é o sinónimo de
SEDUÇÃO
Beijos da amiga
Claudia


quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Poema- Mario Quintana

DO AMOROSO ESQUECIMENTO

Eu agora, - que desfecho!
Já nem penso mais em ti...
Mas será que nunca deixo
De lembrar que te esqueci?

( Poema de Mario Quintana )

Beijos da amiga
Claudia

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

POEMA-- MÁRIO QUINTANA


Certezas

Não quero alguém que morra de amor por mim…
Só preciso de alguém que viva por mim, que queira estar junto de mim, me abraçando.
Não exijo que esse alguém me ame como eu o amo,
quero apenas que me ame, não me importando com que intensidade.
Não tenho a pretensão de que todas as pessoas que gosto, gostem de mim…
Nem que eu faça a falta que elas me fazem, o importante pra mim é saber que eu, em algum momento, fui insubstituível…
E que esse momento será inesquecível..
Só quero que meu sentimento seja valorizado.
Quero sempre poder ter um sorriso estampando em meu rosto, mesmo quando a situação não for muito alegre…
E que esse meu sorriso consiga transmitir paz para os que estiverem ao meu redor.
Quero poder fechar meus olhos e imaginar alguém…
e poder ter a absoluta certeza de que esse alguém também pensa em mim quando fecha os olhos,
que faço falta quando não estou por perto.
Queria ter a certeza de que apesar de minhas renúncias e loucuras,
alguém me valoriza pelo que sou, não pelo que tenho…
Que me veja como um ser humano completo, que abusa demais dos bons
sentimentos que a vida lhe proporciona, que dê valor ao que realmente
importa, que é meu sentimento… e não brinque com ele.
E que esse alguém me peça para que eu nunca mude, para que eu nunca
cresça, para que eu seja sempre eu mesmo.
Não quero brigar com o mundo, mas se um dia isso acontecer, quero ter
forças suficientes para mostrar a ele que o amor existe…
Que ele é superior ao ódio e ao rancor, e que não existe vitória sem humildade e paz.
Quero poder acreditar que mesmo se hoje eu fracassar, amanhã será outro dia,
e se eu não desistir dos meus sonhos e propósitos,
talvez obterei êxito e serei plenamente feliz.
Que eu nunca deixe minha esperança ser abalada por palavras pessimistas…
Que a esperança nunca me pareça um “não” que a gente teima em maquiá-lo de verde e entendê-lo como “sim”.
Quero poder ter a liberdade de dizer o que sinto a uma pessoa, de poder
dizer a alguém o quanto ele é especial e importante pra mim,
sem ter de me preocupar com terceiros…
Sem correr o risco de ferir uma ou mais pessoas com esse sentimento.
Quero, um dia, poder dizer às pessoas que nada foi em vão…
Que o amor existe, que vale a pena se doar às amizades e às pessoas,
que a vida é bela sim, e que eu sempre dei o melhor de mim…
e que valeu a pena.
(Mário Quintana)

Beijos da amiga
Claudia.

Tão eu...

Beijos da amiga Claudia