sábado, 28 de janeiro de 2012

Poema- (Roldão Aires)


ÚNICA


Cheiras a rosas.
Teu perfume se espalha,
tua figura formosa
pelo espaço passeia,
sem notar, que a todos
encantas.
Figura de mulher,
que a visão recolhe,
e dentro do pensamento
guarda, como uma jóia rara.
Preciosidade única,
que de pensar, meu coração
quase para.


(Roldão Aires)


Beijos da amiga
Claudia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anderson Marques

Buscai em seu interior todo e qualquer motivo para não seguir em frente e o destino lhe provará que o maior dos equívocos é ac...