Viva la vida!

Viva la vida!
Hoje...08

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Úrsula Avner


Da minha janela

Gentis borboletas coloridas
migraram dos meus sonhos despertos
para a janela de onde contemplo
a vida que escorre pelas narinas do tempo

No núcleo das vontades adormecidas
algumas borboletas em voos incertos
ainda estão a bailar aqui e ali
Ora na janela, ora dentro de mim

(Úrsula Avner)

Beijos da amiga
Claudia


Um comentário:

Claudia Marques

Sabe aquele amor?   Que transforma amargores  em doçuras, que é capaz de  reascender a aquela felicidade  que andava tão adormecida?  ...